Para todos os gostos: descobre os nove elétricos que chegam ao mercado português em 2023

4 de janeiro de 2023 por
| No comments yet

São vários os modelos 100% elétricos prontos para serem lançados em 2023. Com diferentes pontos fortes e para diferentes orçamentos, apresentamos-te nove dos elétricos que chegam ao mercado português em 2023. Descobre as suas caraterísticas e percorre as galerias.


Lotus Eletre

O primeiro SUV elétrico da Lotus Cars conta com mais de 600 cv e velocidade máxima de 260 km/h. A bateria com capacidade acima dos 100 kWh permite alcançar uma autonomia WLTP estimada de 600 km. Foi, ainda, anunciado que o sistema deverá ser capaz de aceitar potências de carga até 350 kW. Desta forma, o modelo será capaz de repor energia suficiente para 400 km em apenas 20 minutos de carregamento.




Aiways U6

Este é o segundo modelo da marca chinesa destinado à Europa. O SUV-Coupé conta com 160 kW (218 cv) e 315 Nm, que lhe permitem atingir 160 km/h de velocidade máxima limitada. Com 1790 kg, 4,80 m de comprimento e capacidade de bagageira de 472 l, o modelo é um dos rivais do Volkswagen ID.5. Já a bateria de 63 kWh de capacidade permite que o veículo alcance 400 km de autonomia em ciclo WLTP.




Peugeot e-308

A primeira carrinha 100% elétrica proposta por um construtor europeu apresenta-se com 115 kW (156 cv) e 260 Nm de binário. Já a bateria de 400 V conta com 54 kWh de capacidade e autonomia superior a 400 km (ciclo WLTP). O consumo energético de apenas 12,7 kWh por cada 100 km, um valor de referência entre as propostas elétricas do segmento C.





Smart #1

O #1 é o maior e mais potente modelo da Smart até à data. Com 1788 kg, 4,27 m de comprimento e 2,75 m de distância entre os eixos, este modelo pode ser comparado ao Renault Mégane E-Tech Elétrico ou ao Volkswagen ID.3. Este SUV conta com 272 cv e bateria de 62 kWh, estando limitado a 180 km/h. Assim, o #1 é o elétrico mais potente do segmento em que se insere. Descobre mais sobre o Smart #1 aqui.



Opel Astra-e

O Astra Electric adota o sistema elétrico com motor de 115 kW (156 cv), 270 Nm e velocidade máxima limitada a 170 km/h. A bateria de 54 kWh permite uma autonomia de 416 km WLTP e consumo de 14,9 kWh/100 km. A bateria pode apenas ser carregada a um máximo de 100 kW (corrente contínua, DC). Em corrente alternada (AC) a corrente máxima que entra na bateria de 17 módulos e 102 células é de 11 kW. Descobre mais sobre o Opel Astra-e aqui.




Jeep Avenger

O primeiro elétrico da marca é, também, o primeiro Jeep a ser desenvolvido na Europa para europeus. O motor dianteiro de 115 kW (156 cv) e 260 Nm é alimentado por uma bateria de 54 kWh e 400 V. Esta permite alcançar uma autonomia de 400 km (WLTP). Com mais de 1,5 toneladas, este Jeep alcança 100 km/h em 9 s.




Mercedes-Benz EQS SUV

O EQS é o modelo assumido pela marca como o topo de gama dos SUV elétricos da Mercedes-Benz. Aliás, este é já o 4º SUV elétrico da marca, antecedido pelo EQA, EQB e EQC. Em Portugal, estará disponível em três versões: EQS 450+, EQS 450 4MATIC e EQS 580 4MATIC. A bateria, comum a todas as versões, é de 107,8 kWh, alcançando uma autonomia máxima de 660 km. A potência varia consoante a versão, sendo: 265 kW (360 cv) e 568 Nm no EQS 450 +; 265 kW (360 cv) e 800 Nm no EQS 450 4MATIC; e 400 kW (544 cv) e 858 Nm no EQS SUV 580 4MATIC. 




Toyota bZ4X

O primeiro Toyota da submarca bZ (beyond zero) é um SUV construído sobre a plataforma dedicada para BEV e com base na filosofia e-TNGA. O modelo está disponível com apenas uma versão de bateria - com 71,4 kWh -, alcançando uma autonomia de até 511 km. No que toca a consumos, estes rondam os 14,3 kWh/100 km. Com carregamento rápido, é possível repor 80% da bateria em 30 minutos.




Hyundai Ioniq 6

A produção deste modelo está limitada a não mais que 2.500 unidades para a Europa. Assim, estes estarão, à partida, disponíveis apenas nos principais mercado como a Alemanha, Reino Unido ou França. Composto por dois motores, estes garantem uma potência de 325 cv de potência e 605 Nm de binário. A bateria de 77,4 kWh assegura uma autonomia estimada de 519 km.



PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment