Portugal: 2,5 milhões de carregamento de veículos elétricos em 2022

6 de janeiro de 2023 por
| No comments yet

A venda de carros elétricos e híbridos plug-in sofreu um forte crescimento no ano transato, traduzindo-se, também, num salto nos carregamentos elétricos na rede Mobi.E. A média mensal de carregamentos superou os 200 mil carregamentos, batendo recorde.

Esta quinta-feira, a Mobi.E anunciou que o número de carregamentos de veículos eletrificados (elétricos e híbridos plug-in) disparou 80% em 2022, atingindo os 2,49 milhões, sendo o melhor ano de sempre para a mobilidade elétrica em Portugal. A entidade gestora da rede de postos de carregamentos assinala que o número de carregamentos apresentou uma tendência crescente ao longo de todo o ano, culminando com o recorde de mais de 250 mil carregamentos realizados em dezembro.

Relativamente ao consumo de energia, registou-se um aumento de 110% face a 2021, fixando-se em cerca de 36.650 MWh. O número de utilizadores subiu 77%, superando os 105 mil condutores que utilizaram pelo menos uma vez os postos da rede Mobi.E.

O ano de 2022 foi, também, marcado pela chegada dos postos de carregamento da rede de acesso público à totalidade dos 308 municípios de Portugal, tendo a infraestrutura de carregamento aumentado em cerca de 50%, com a abertura de 5.600 novos pontos de carregamento. 

O ritmo de crescimento dos postos de carregamento no ano transato superaram em 45% o recorde de 2021, crescendo de uma média de 20 para 29 infraestruturas de carregamentos instalados por semana. No final do ano existiam mais de 3.100 postos de acesso público, correspondendo a 5.648 pontos de carregamento e 6.761 tomadas. Contudo, importa realçar que 346 dessas tomadas encontram-se fora de serviço e 985 estão offline, segundo dados da Mobi.E.

O comunicado indica ainda que a adesão à rede Mobi.E de postos de carregamento em espaços de acesso privado aumentaram mais de 3,5 vezes, o que a entidade considera ser "bem demonstrativo das virtualidades da figura Detentores de Pontos de Carregamento (DPC) prevista no modelo Mobi.E e que só agora começa a despertar o interesse quer de consumidores, quer de Operadores de Pontos de Carregamento".

Fontes: Jornal de Negócios; Portal de energia

PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment