Fundação Gulbenkian lança projeto de combate à pobreza energética
2 março, 2022 por
| Nenhum comentário ainda

Setúbal é a primeira cidade a receber o projeto piloto Ponto de Transição. Este procura contribuir para uma melhor eficiência energética e maior conforto térmico em casa. 

Portugal é o quarto país da União Europeia com mais população a sofrer com a incapacidade de aquecer a casa no Inverno, e é também o segundo no ranking a viver em habitações desconfortáveis no verão. Cerca de 1,9 milhões de portugueses não consegue manter a casa aquecida nos meses frios, enquanto 3,7 milhões sofrem com o calor, em casa, durante os meses mais quentes.

Esta falta de conforto térmico deve-se a vários fatores como, os baixos rendimentos, o custo elevado de energia e o baixo desempenho energético das habitações. Conseguimos ver um impacto na saúde dos portugueses como o registo de taxas excessivas de mortalidade no inverno, conseguindo ser superiores a países do Norte da Europa.

De forma a contribuir positivamente, a Fundação Gulbenkian e o seu projeto Ponto de Transição estarão, numa primeira fase, em Setúbal (junto ao Mercado 2 de Abril). Os três principais pontos a tocar são: 

Informação: prestar todo o tipo de informações relativas à forma de melhorar o conforto térmico das habitações, reduzir as despesas com energia, melhorar a eficiência energética nas habitações, aconselhamento sobre os financiamentos existentes;

Proximidade: avaliações energéticas gratuitas das habitações e identificação de oportunidades de melhoria;

Capacitação: formações em conceitos básicos de energia, contabilidade energética, tipos de equipamentos corretos, boas práticas na utilização de energia.

Nesta fase, o projeto piloto decorrerá entre 17 de fevereiro e 30 de junho de 2022, podendo depois ser replicado noutros concelhos.


Horário de abertura do Ponto de Transição

Seg: 10:00 – 14:00

Ter: 15:00 – 19:00

Qua: 10:00 – 14:00 / 15:00 – 19:00

Qui: 10:00 – 14:00

Sex: 15:00 – 19:00


Fontes:

Gulbenkian - Fundação Gulbenkian lança projeto de combate à pobreza energética


PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment