E-Truck puxa 40 toneladas durante 800 km
23 novembro, 2022 por
| Nenhum comentário ainda

A aposta em veículos pesados elétricos de longo curso, capazes de percorrer longas distâncias tem se feito notar na indústria automóvel. Nesta lógica, a Man apresentou o seu novo eTruck, um trator semi-reboque elétrico com a maior capacidade de carga, cuja chegada ao mercado está agendada para 2024. 

O eTruck tem capacidade de deslocar 40 toneladas, o que lhe permite rivalizar com a concorrência direta a gasóleo, afastando-se assim da maioria da oferta atual, que se limita a pouco mais de 300 km entre recargas. Para não ser limitada na capacidade de transporte face aos rivais a gasóleo, esta classe de veículos viu o peso bruto aumentar 2 toneladas para compensar o peso das baterias, o que o coloca nas 40 toneladas, contra as 38 toneladas dos camiões que montam motores a gasóleo.

Para mover as 40 toneladas, o eTruck da Man propõe o trator com dois níveis de potência, um equipado com 300 kW (cerca de 408 cv) e outro com 350 kW (aproximadamente 476 cv). Contudo, em termos de força, ambos os motores anunciam um binário de 3000 Nm, ou seja, o mesmo do camião mais potente a gasóleo da Man, que usufrui de 640 cv, pelo que a força do eTruck não será uma limitação.

Para alimentar o motor elétrico, o semi-reboque da Man monta uma bateria cuja capacidade o construtor não divulgou, mas que deverá ser ligeiramente superior a 500 kWh. Isto porque o fabricante anuncia consumos de 1,2 kWh por quilómetro, com carga máxima, e uma autonomia de 430 km. Por outro lado, é bom recordar que a Man já utiliza nos seus autocarros elétricos, que transportam muito menos peso, acumuladores com 480 kWh. Isso nos autocarros normais, com 12 metros, para depois elevar a fasquia para 640 kWh nos autocarros articulados, com 18 metros.

Para chegar aos 600 km a 800 km por dia, a Man não recorre às baterias, depositando antes a confiança nos sistemas de recarga com grande potência, que deverão começar a ser testados no final de 2023. A marca aponta para 1000 kW, sendo bom recordar que, atualmente, os postos de carga mais potentes disponíveis no mercado ficam-se pelos 350 kW e nenhum carro produzido em grande série consegue lidar com este nível de potência, pela degradação que provoca nas baterias.

Para conseguir atingir 1 MW, a Man aposta em carregamentos a 1000 amperes, o que permitiria recarregar 80% da bateria nos 45 minutos de paragem obrigatória, assumindo que estamos perante um camião com apenas um condutor. E o construtor está já a pensar em carregadores com 3000 amperes, o que lhe deverá assegurar potências de 3,7 MW.

Fonte: Observador

PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment