Que veículos elétricos perdem mais autonomia com o frio?
1 abril, 2022 por
| Nenhum comentário ainda

A temperatura em Portugal é relativamente mais amena que em muitos países europeus - nomeadamente no centro e leste. Ainda assim, no inverno, as temperaturas podem rondar os 0ºC ou até mesmo graus negativos em determinadas partes do país. 

De modo a melhor perceber o efeito do frio nas baterias dos carros elétricos, a ADAC - o equivalente alemão do ACP - testou sete modelos e chegou à conclusão de quais perdem mais autonomia quando está muito frio. Os sete veículos testados foram: Fiat 500e, Renault Zoe, Hyundai Kauai Electric, Ford Mustang Mach-E, Lexus UX 300e, Nissan Leaf e+ e Volkswagen ID.3. O trajeto percorrido tinha 23km e foi percorrido sob uma temperatura de 14ºC e mais tarde sob apenas -7ºC (afetando drasticamente o desempenho dos acumuladores).

O Fiat 500e foi o modelo que perdeu menos autonomia, 244km a 14ºC e 182km a -7ºC (perda de 25%); seguiu-se o Renault Zoe com uma perda de 30%, 351km a 14ºC e 244km a -7ºC. O Hyundai Kauai Electric chegou em 3º lugar com uma quebra de 32%, de 215km para 147km. Muito próximo está o Ford Mustang Mach-E com 33% de perda, de 300km para 202 km. O Lexus UX 300e e o Nissan Leaf e+ revelaram-se menos eficazes com uma perda de 37%, o primeiro passou de 224km para 141km e o segundo passou de 332km para 210km. Em último lugar chega o Vokswagen ID.3 como o veículo que sofreu uma maior perda de autonomia (50%) face à descida de temperatura - de 324km para 162km.

Os diferentes modelos reagem, portanto, de diferentes formas. Ainda assim, todas as baterias preferem funcionar com temperaturas entre 20ºC e 40ºC.


Fonte:

Que veículos elétricos perdem mais autonomia com o frio?

PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment