MOBI.E: Incentivos e benefícios de optar por um veículo elétrico
A mobilidade elétrica está a mudar a forma como nos deslocamos, trazendo vantagens para o meio ambiente, mas também para a qualidade de vida da população e, em especial, para o nosso orçamento familiar.
31 agosto, 2022 por
| Nenhum comentário ainda

A MOBI.E, enquanto instrumento público para a mobilidade sustentável, avança alguns dos benefícios e incentivos para que possamos tomar decisões mais conscientes no que à nossa mobilidade diz respeito.

A forma como nos deslocamos é muito importante e relevante, não apenas para o meio ambiente, como para a nossa qualidade de vida. Neste contexto, a empresa dá visibilidade sobre os benefícios e incentivos que devemos ter em conta na hora de tomar a decisão de adquirir um veículo.

Apoios

Os apoios à compra de veículos elétricos têm aumentado, como forma do Estado promover a mudança para uma mobilidade mais sustentável. Neste quadro, foi aprovado um conjunto de apoios e benefícios fiscais, desde a aquisição de viaturas, ciclomotores e bicicletas, à redução dos custos de carregamento na rede nacional de carregamento de veículos elétricos, a rede Mobi.E, passando pela instalação de postos de carregamento. Abaixo, a MOBI.E indica os apoios para cada situação:

  1. Ligeiro elétrico de passageiros – incentivo, para particulares, de 4.000 euros para veículos até 62 500 euros;
  2. Ligeiro elétrico de mercadorias – incentivo de 6.000 euros;
  3. Bicicleta de carga elétrica – incentivo de 50% do valor de uma compra até 1.500 euros;
  4. Bicicleta de carga não elétrica – incentivo de 50% do valor de uma compra até 1.000 euros;
  5. Bicicleta elétrica – incentivo de 50% do valor de uma compra até 500 euros;
  6. Bicicleta convencional – incentivo de 20% do valor de uma compra até 100 euros;
  7. Motociclos, ciclomotores, triciclos, quadriciclos e outros dispositivos de mobilidade pessoal, elétricos - incentivo de 50% do valor de uma compra até 500 euros;
  8. Carregadores em condomínio com ligação à rede Mobi.E – incentivo de 80% do valor de uma compra, com IVA, até 800 euros + 80% do valor de instalação, com IVA, até 1.000 euros por lugar de estacionamento.3

 

Por outro lado, existem ainda uma série de benefícios que é também necessário ter em conta, como:

    1. Incentivos fiscais

Na compra de um veículo elétrico, não se paga o ISV (Imposto sobre Veículos) e o IUC (Imposto Único de Circulação). No caso das empresas, estas beneficiam ainda da isenção do pagamento de tributação autónoma, o IVA da aquisição e utilização do veículo é dedutível e tem ainda vantagens em termos de IRC. 

    2. Insenção ou redução no pagamento de parquímetros

Muitos municípios concedem uma redução ou até mesmo isenção no pagamento do estacionamento. 

    3. Menor custo de manutenção do veículo

Este custo é menor, já que deixamos de ter de lidar com as tradicionais mudanças periódicas de óleo, filtros, correias de transmissão ou velas. Por outro lado, a travagem regenerativa permite poupar nas pastilhas e pneus do automóvel.

    4. Possibilidade de carregamento rápido

Carregar o veículo elétrico pode ser demorado, mas a rede Mobi.E disponibiliza cada vez mais postos rápidos e ultrarrápidos que permitem reduzir substancialmente os tempos de carregamento. Em caso de necessidade, pode ter a bateria da sua viatura carregada a 80% em menos de 10 minutos (ultrarrápidos) ou em menos de 30 minutos (rápidos).

    5. Alargamento de postos de carregamento

A rede pública de postos de carregamento tem apostado na sua expansão. A rede Mobi.E cobre todo o território português e continua a aumentar, com mais de 5.000 pontos de carregamento.

    6. Aumento da autonomia dos carros elétricos

Os veículos mais recentes apresentam uma autonomia que ronda os 400km. No entanto, esta pode chegar aos 700km ou 800km, no caso de viagens mais longas.

A revisão só tem de ser realizada a cada 50.000km, comparativamente aos 20.000km ou 30.000km dos veículos a gasolina ou gasóleo.

    7. Amigo do ambiente

Um veículo com motor elétrico faz parte do grupo dos veículos com zero emissões locais, porque se trata de um meio de locomoção não poluente, que não emite quaisquer gases nocivos para o ambiente, bem como ruído considerável.

 

Em 2021, a venda de carros elétricos aumentou 69% em Portugal face ao ano de 2020. Desde o início de 2022, que já foram vendidos mais de 6.000 carros elétricos em Portugal2 e a tendência tem vindo a aumentar ao longo dos meses.

Os estudos internacionais3 mais recentes têm vindo a colocar a rede Mobi.E, sobre diferentes indicadores, como a 4ª maior rede europeia de carregamento de veículos elétricos.

Segundo dados estatísticos da MOBI.Data, em 2022, mais de 16.000 toneladas de CO2 foram poupadas, mais de 2.700 postos utilizados, mais de 1.400.000 carregamentos realizados, onde se consumiram mais de 20 GWh de energia.

Estão validados para a rede mais de 40 fabricantes de postos, 22 comercializadores de energia e mais de 70 operadores de postos de carregamento.



PARTILHAR
Iniciar sessão to leave a comment